Pai é preso no Japão por supostamente forçar filho de 9 anos a jogar GTA 4


O pai de uma criança de 9 anos foi preso na província de Quioto (Japão) por supostamente ter obrigado o filho a jogar Grand Theft Auto IV durante horas seguidas por alguns dias de semana. De acordo com o portal Yomiuri On-line (e às custas dos serviços de tradução do Google), o acusado, um enfermeiro de 28 anos, fazia a criança jogar sempre na ausência da madrasta.
Acontece que, no Japão, a idade mínima de 18 anos foi fixada pela Organization Computer Entertainment a todos aqueles que desejam jogar GTA IV. Ainda conforme diz o jornal consultado, a criança, fruto de um casamento anterior do acusado, começou a apresentar dores de cabeça e de estômago. Ao ser avaliado por médicos, o garoto foi diagnosticado como portador de disautonomia (transtorno provocado por alterações do sistema nervoso autônomo).

Parece ainda que o menino era forçado a jogar de duas a três vezes por semana, entre duas e três horas por dia. As informações contidas no texto do site Yomiuri On-line levantam a hipótese de que a “violência” e a “brutalidade” de GTA IV podem ter, de alguma forma, levado a criança a apresentar sinais de disautonomia (não se sabe, porém, se a plataforma de entretenimento foi a causa da tal condição).

O acontecimento traz novamente à tona um assunto já discutido aos montes por vários de nossos artigos: a violência dos jogos pode provocar quais tipos de efeitos sobre os jogadores? Confira a seguir algumas de nossas opções de leitura sobre este sempre atual tema:

Vale, aqui, relembrar a fala de Brian Crecente, autor de um artigo (mencionado aqui) sobre este mesmo assunto: “jogos, bem como músicas, livros ou filmes, são efetivamente [agentes] transformadores. Os desenvolvedores sabem disso. E acho que os jogadores também têm essa noção”. 

Fonte: Baixakijogos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.